Premiação Concurso

   A Proposta Verde e a Unidavi lançaram no começo deste ano o 1º Concurso de Ideias para os alunos de Design de Interiores da Universidade.

   O projeto constituiu-se no desafio de criar uma luminária sob o tema “LUZ E MEIO AMBIENTE”, sendo portanto ecológica, utilizando a madeira e conceitos de ecodesign.  O trabalho integra: nome do produto, conceito do projeto, referências, público alvo; croquis e diagramas formais e funcionais; sistema construtivo, materiais e tecnologias, estudos ergonômicos; desenhos técnicos (planta baixa, cortes, elevações); vista explodida com a apresentação de todos os componentes.   

   Ontem, dia 26 de julho aconteceu no auditório da Unidavi a apresentação dos trabalhos para a banca de avaliadores, sendo eles:  Jean Caetano (Unidavi) , Carlos Buechler (Taschibra - iluminação), Daniel Stolf (Stolf Artefatos de madeira) e Ana S. Pisetta / João Dolzan Junior (Proposta Verde - ecodesign).

   A bancada pontuou quesitos pré-elaborados pela professora/arquiteta  Vivian Ecker , idealizadora e supervisora da atividade. A soma dos pontos de cada avaliador determinou a classificação. 

  Os trabalhos apresentados foram muito criativos, bem elaborados, adequados a proposta lançada e até surpreendentes. Todos os participantes merecem reconhecimento pela iniciativa e engajamento.

   Bruna Freiberger foi a primeira colocada com a Luminária Hexa, inspirada nos favos de mel produzidos pelas abelhas, ela criou uma arandela em formato hexagonal e fita de led, dando a opção de encaixar mais luminárias umas nas  outras,  fazendo composição e expandindo o efeito da luz.

   Tania Gabriela criou pendentes rústicos retangulares de madeira, vidro e hastes de inox, sugerindo a utilização de resíduos  e também a composição de até 3 pendentes , com uma proposta comercialmente adequada, atingiu o segundo lugar.

   Eduardo Molinari surpreendeu com sua criatividade, buscou inspiração no filme Wall.E, que retrata o planeta Terra degradado, sem possibilidade de vida , onde o robô Wall.E encontra uma planta e estabelece a missão de preserva-la e perpetua-la. Eduardo criou uma luminária de mesa com o formato do robô, com a luz emitida pelos olhos, resultando em uma peça divertida, simbólica e artística.

   O resultado do concurso foi positivo e atingiu seu objetivo ao promover a criatividade do jovem designer e disponibilizar sua criação para análise e contribuição da visão de especialistas convidados como o Carlos da Taschibra, que pontuou aspectos sobre a iluminação e adequação comercial, o Daniel que deu enfoque ao processo produtivo e a capacidade de escala, a Ana e o João que observaram os conceitos de ecodesign utilizados na criação dos produtos e o coordenador do curso Jean Caetano que analisou pedagogicamente os trabalhos.    A troca entre as pessoas é sempre enriquecedora, todos aprendem com todos e até a turma que apenas assistiu saiu de lá com algum aprendizado. A união entre as empresas e a universidade é sem dúvida uma força transformadora, onde a primeira traz conhecimento de mercado e expertise para somar com a criatividade e iniciativa de estudantes em formação, o resultado será sempre compensador. 

  Agradecemos sinceramente a todos os envolvidos pela partilha.

 Segue abaixo ilustrações e fotos feitas carinhosamente pelo Kiko da Oca Cultural e também pela Unidavi.

   

 



Todos os Direitos Reservados - Proposta Verde Biomarcenaria - 2017 - WLive!